O Veganismo Imperfeito

O Que é Veganismo Imperfeito e Por que você deveria Praticá-lo?

Se você deseja adotar um estilo de vida mais saudável e, ao mesmo tempo, mais amigável com o planeta e os animais, o veganismo imperfeito pode ser a alternativa perfeita! Que tal incorporar mais vegetais na sua alimentação e contribuir para a preservação de milhões de espécies? Abraçar o veganismo é uma ótima iniciativa e resulta muito mais fácil do que você imagina.

Neste artigo (e em todos os nossos conteúdos), não queremos impor uma doutrina da perfeição. Nossa intenção é oferecer dicas e ideias transformadoras, para que você possa percorrer o seu próprio caminho, passo a passo.

Assim como não há um manual para a vida, tampouco existem mandamentos para se unir a uma filosofia guiada pela compaixão. A única bússola que você precisa está dentro de você mesmo, no seu corpo e na sua mente. E só você pode determinar o que te faz ser e se sentir mais saudável.

Por tudo isso, te convidamos a pensar no veganismo imperfeito como  um ótimo ponto de partido. A seguir, te contamos um pouco mais sobre ele…

Tudo ou Nada?

Paciência, respeito e autoconhecimento. Lembre-se de dar o seu melhor e desfrutar do processo.

Você gosta de tomar o seu café com leite ou comer um pedaço de queijo, e sente que ainda não chegou a hora de deixar de consumi-los? Não se estresse! Existem muitos outros produtos e alimentos de origem animal que podem ser substituídos ou evitados.

O veganismo não é uma competição nem uma aposta a tudo ou nada. Trata-se de uma iniciativa íntima e pessoal para celebrar a vida em todas as suas formas e manifestações. Por isso, te convidamos a fazer o que estiver ao seu alcance em cada momento, pois as pequenas ações fazem muita diferença.

Sabemos que, hoje mais do que nunca, o planeta necessita da nossa ajuda. Os modos de produção de produtos animais compreendem práticas extremamente cruéis. E não falamos somente da indústria alimentícia, mas também da moda, da beleza e do entretenimento. Couro, lã, pele, cosméticos, testes de laboratório, corridas de cavalos e cães, touradas… A lista continua e é muito longa!

A coisificação da inocência faz parte de um sistema econômico pouco (ou nada) sustentável. Um sistema que está acabando com os recursos naturais, provocando incêndios na Amazônia, contaminando os oceanos e condenando milhões de espécies à extinção.

Uma transformação profunda de paradigma vem sendo desenvolvida e impulsionada por inúmeras organizações e estudos científicos, cujo foco está posto na conservação da biodiversidade.

Analisar que novos hábitos e mudanças melhor se adaptam ao seu estilo de vida para aportar seu grãozinho de areia é a chave. E é disso que se trata o veganismo imperfeito: de tentar levar uma vida guiada pela compaixão, através de um processo de transição. Mas como conseguir?

Quando o “Pouco” se torna Muito

Com certeza, você já escutou aquela frase “Menos é mais”. Hoje, vamos nos permitir reinterpretá-la: com pouco, podemos chegar a muito e ‘ir além’ dependerá dos seus recursos e interesses.

Confira algumas dicas para se iniciar ou se aprofundar no veganismo imperfeito:

  1. Se você ainda não sabe o que significa escolher uma vida vegana, aqui te contamos porque isso vai além de uma dieta.
  2. Quer tentar levar uma vida libre de crueldade (cruelty-free)? Então, veja essas 10 dicas para novos veganos que te ajudarão a ter uma ideia do mundo novo que está esperando por você.
  3. Talvez, você tenha a necessidade ou legítima vontade de comer mais vegetais. Nós te entendemos e te apoiamos! Por isso, preparamos estes guias para te orientar a incluir mais vegetais nos seus pratos, com receitas deliciosas para adicionar novos e melhores nutrientes à sua alimentação. Faça download e aprenda a planejar sua nutrição. 
  4. Você se pergunta se as plantas sentem dor e sofrem da mesma forma que os animais? Neste artigo, poderá encontrar as respostas que está buscando.

 Como Substituir a Carne e os Laticínios?

Você já se perguntou por que comemos carne? O carnivorismo (ou carnismo) é dominante na nossa cultura e somos doutrinados, desde pequenos, a entendê-la como um pilar da nutrição humana. Mas a realidade é que não precisamos das carnes ou de seus derivados para sobreviver como espécie.

De fato, a OMS desaconselha o consumo de carnes pelo seu impacto negativo e potencialmente cancerígeno. Algo bem parecido acontece com os laticínios, já que cada vez mais estudos reafirmam o veganismo como sinônimo de saúde e sustentabilidade.

A indústria do ovo, do leite e dos laticínios submete os animais a uma existência indigna, na qual padecem sofrimentos brutais. E o que você pode fazer a respeito? Confira algumas ótimas ideias: 

  1. Tente substituir os queijos tradicionais (derivados do leite) por alternativas vegetais. Os queijos veganos são muito versáteis e, hoje, existe uma boa variedade disponível no mercado. E você também pode preparar seu próprio queijo em casa, a base de sementes, grãos ou leguminosas.
  2. Experimente as deliciosas variedades de leites vegetais.
  3. Sabia que existem vários substitutos naturais para os ovos? Além disso, podemos elaborar milhares de pratos sem utilizá-los.
  4. Una-se à iniciativa de #SegundaSemCarne e deguste as incríveis receitas veganas que compartilhamos para facilitar a sua vida.

Origem do termo Vegano e suas possíveis concepções

Watson, fundador da British VeganSociety, inventou o termo “vegano” em 1944. Ele adotou o veganismo imperfeito como filosofia de vida e chegou aos 95 anos de idade. Em suas próprias palavras:

“Tento viver a minha vida pela doutrina vegana, mesmo que de forma imperfeita. Se posso ser feliz e saudável sem machucar um animal por 95 anos, por que faria o contrário? (…) Não acho que fui um vegano perfeito (…). Mas acredito que podemos obter todos os nutrientes essenciais dos alimentos de origem vegetal”.  

Na opinião de Watson, o veganismo imperfeito aceita inúmeras formas e concepções. Isso significa que todas as contribuições que realizamos para ajudar os animais e o planeta, tentando levar um estilo de vida vegano, valem a pena! E tudo que fizermos para excluir os produtos animais de nosso cotidiano, ajudar as outras espécies e diminuir nossa pegada de carbono sempre valerá a pena!

A todos @s vegan@s imperfeit@s, queremos dizer que:

Cada ação continua fazendo a diferença. Afinal de contas, somos humanos e fazemos o melhor que podemos. Praticar um estilo de vida guiado pela compaixão e pela empatia também requer enfrentar alguns desafios. Por isso, estamos aqui para apoiá-los e oferecer recursos úteis e divertidos.

Agora, gostaríamos de conhecer a sua experiência. Que aspectos você sente que deveria fortalecer ou melhorar enquanto percorre o seu caminho dentro do veganismo imperfeito?

Deixe seu comentário e compartilhe com a gente! Adoramos ler você 🙂

Total Page Visits: 935

También Te Podría Interesar:

×
×

Carrito