O que é o Jejum Intermitente e para que serve?

O Que é o Jejum Intermitente E Para que serve?

Você se pergunta o que é o jejum intermitente e por que cada vez mais pessoas adotam essa maneira de distribuir suas refeições ao longo do dia? Neste artigo, responderemos todas as suas dúvidas sobre os benefícios de praticá-lo. Continue lendo e aprenda! 

Nas palavras do Dr. La Rosa, médico, professor de Medicina e especialista em homeopatia:

“Fazer jejum intermitente não significa comer menos. Significa comer a mesma quantidade, mas com outra distribuição temporal para obter mais benefícios. Não é uma dieta, nem um método para ganhar ou perder peso.”

Dr. La Rosa

Reduzir voluntariamente o tempo de ingestão de alimentos 

Se pensamos bem, entre a noite e a manhã, enquanto dormimos, estamos jejuando. Por isso, a primeira refeição do dia, mais conhecida como café-da-manha, também é chamada de desjejum. Com ela, quebramos o período de abstenção alimentar, durante o qual não comemos. 

Muitas pessoas costumam jejuar de 6 a 12 horas diárias. Porém, este tempo não é suficiente para permitir que o organismo ative determinados processos biológicos que geram inúmeros benefícios. 

O jejum intermitente propõe, a princípio, jejuar por 16 horas e ingerir alimentos durante uma “janela” de 8 horas. Por exemplo: você pode fazer suas refeições a partir das 12h (meio dia) até as 20h, consumindo a mesma quantidade de calorias que costumava ingerir.  

Porém, existem outros protocolos de jejum intermitente, que podem servir para diferentes propósitos. Os mais populares são:

  • 18/6: consiste em jejuar durante 18 horas e distribuir as refeições em um período de 6 horas. 
  • 20/4: você mantem o jejum por 20 horas e come dentro de uma “janela” de 4 horas. 
  • 23/1: é um protocolo avançado, no qual se realiza apenas uma refeição por dia, jejuando durante 23 horas. 

A flexibilidade é, justamente, uma das características mais interessantes e importantes do jejum intermitente. Você pode encontrar a maneira de praticá-lo que melhor se adapta ao seu estilo de vida. Inclusive, é possível (e até recomendável) variar os protocolos, pois, assim, o jejum se torna mais sustentável a longo prazo

No canal do Dr. La Rosa, você pode encontrar muita informação sobre esse assunto. A seguir, compartilhamos um dos vídeos informativos e te convidamos a descobrir outros conteúdos: 

Benefícios do jejum intermitente

Agora, já podemos responder o que é o jejum intermitente. Trata-se de uma maneira de distribuir nossas refeições com o objetivo de obter a maior quantidade de benefícios possível a longo prazo. Só para mencionar alguns deles: mais longevidade, menor predisposição a doenças, maior renovação celular (porque estimula a produção de c), etc. 

Mas também é possível constatar benefícios a curto prazo ao praticá-lo. De acordo com o Dr. Jason Fung, especialista em jejum intermitente, os principais são: 

  • Estimular a queima/metabolização da gordura acumulada;
  • Diminuir os níveis de insulina e açúcar (glicose) no sangue;
  • Potencial aumento do hormônio do crescimento;
  • Possível incremento da concentração, da lucidez e do rendimento intelectual; 
  • Reduzir a predisposição a inflamações;  
  • Potencial ativação da limpeza/regeneração celular. 

Talvez, você esteja se perguntando porque mencionamos tantos “possíveis” e “potenciais” benefícios. E a resposta é: porque tudo isso dependerá do seu organismo e de como você pratica o jejum intermitente. 

Nossa recomendação é que, antes de incorporá-lo à sua rotina, consulte um médico que saiba o que é o jejum intermitente e que possa te orientar na escolha das maneiras mais seguras e benéficas de praticá-lo. 

(Re)Aproximar-nos da dieta para a qual estamos desenhados 

As 3-4 refeições diárias estão baseadas em regras culturais, e não em necessidades biológicas. No período nômade, anterior ao neolítico e à agricultura, era normal comer uma grande quantidade de comida logo depois de caçar ou de encontrar  uma fonte de alimento e, então, ficar sem comer por períodos prolongados. Se nosso corpo não fosse capaz de fazer isso, provavelmente, não estaríamos vivos hoje em dia.”

Dr. La Rosa

Agora, é sua vez de compartilhar suas experiências. Você já fez jejum intermitente? Gostaria de começar a praticá-lo? Deixe seu comentário, adoramos ler vocês!

¿Te gusta este contenido? ¡Compártelo! 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Total Page Visits: 342

También Te Podría Interesar:

×
×

Carrinho